G3 - Español  G3 - Português  G3 - English

 

contato@g3profissional.com.br

 

Anterior
Próximo

Direcionando seu caminho ao sucesso!

Não é, ou não deveria ser, segredo para nenhum bom gestor que treinamentos são fundamentais para preparar a equipe e conseguir diferenciar a empresa dos concorrentes. Imaginem, por exemplo, um profissional de vendas. Se ele não conhece muito bem os produtos, os serviços, os preços, os concorrentes, os resultados e as metas, com certeza acabará perdendo para os concorrentes. Com isso tudo bem alinhado, a oportunidade de gerar novos negócios com uma boa qualidade é bem maior, não é mesmo?

 

Uma pesquisa realizada recentemente pela ES Research Group mostrou que o que mais faz falta na vida de um vendedor, ou qualquer outro profissional que trabalhe com atendimento ao público é o treinamento. Seguindo esse pensamento, o correto é que cada empresa planeje a sua estratégia de treinamento, condizente com as necessidades e os objetivos da própria organização. Hoje, oferecer treinamento não é um luxo, mas sim uma grande necessidade. Afinal, uma equipe preparada é fundamental para alcançar bons resultados.

 

Em minha opinião, o grande problema da maioria das empresas é desenvolver programas de treinamento na base do "achismo". Ideias soltas, baseadas em um senso comum não trarão os resultados que a sua empresa precisa. É necessário desenvolver uma estratégia, com as táticas certas, alinhadas ao negócio. E para que isso funcione, várias questões precisam ser definidas antes de começar o treinamento.

 

Entender qual é o público-alvo do serviço prestado, fazer um levantamento das necessidades da empresa, dos funcionários e realizar um diagnóstico de qual é o problema a ser resolvido. Essas são as questões básicas que devem ser bem estabelecidas antes de começar a desenvolver um programa específico de treinamento. Somente depois disso é que os objetivos, definição dos temas, metodologia, processos e técnicas devem ser traçados.

 

Outra questão importante a ser mencionada é o fato da contratação. Se você não contratou a pessoa certa para aquela função, é muito difícil que o treinamento seja eficaz. Nenhum programa de capacitação vai resolver um problema de seleção. Portanto, contratar corretamente é primordial. De nada adianta realizar o maior e melhor treinamento se o funcionário não está apto para receber aquelas informações e executar sua função.

 

Agora chegamos à parte mais importante: o pós-treinamento. Manter os funcionários em treinamento contínuo é essencial para conquistar o que se deseja. Não adianta realizar dias de treinamento com uma grande carga de informação, se isso não for reforçado constantemente depois. Os ensinamentos passados precisam ser colocados em prática e relembrados sempre através de dinâmicas, jogos, filmes, exercícios e reuniões.

 

Para finalizar, não podemos esquecer que a organização quer resultados e, por isso, você precisará comprová-los. É importante estabelecer métricas para mensurar o que foi conquistado e conseguir analisar se os participantes realmente conseguiram absorver o conhecimento transmitido. Só dessa forma saberemos ao certo se o treinamento teve o efeito desejado e o que deve ser adaptado ou alterado nas próximas vezes.

 

Uma pesquisa realizada pela American Society for Training & Development (ATD) conseguiu comprovar, estatisticamente, que o investimento em capital humano, em aprendizado e performance, além de ser crucial, dá lucro e, principalmente, é o diferencial das organizações. Dessa forma, fica mais forte ainda a ideia que, com o treinamento correto, é possível aumentar a produtividade, ter mudanças de comportamento, reduzir custos, aumentar vendas, reduzir acidentes de trabalho e até salvar vidas.

 

 

Por Luiz Alexandre Castanha

 

Fonte: RH.com.br
Outubro 2015




São Paulo

 

 

 

Contato

contato@g3profissional.com.br


 Twitter Facebook Google+ Tumblr   


 

 

 

© Copyright 2012 - 2018 - Direitos Reservados
G3 Capacitação Profissional e Pessoal®