G3 - Español  G3 - Português  G3 - English

 

contato@g3profissional.com.br

 

Anterior
Próximo

Direcionando seu caminho ao sucesso!

Ana Cristina Limongi-França, especialista da Fundação Instituto de Administração (FIA) em Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho (GQVT), afirma que os benefícios da implementação de ações que garantam o bem-estar do trabalhador geram de 5% a 30% de impacto positivo na produtividade. Porém, há um déficit de profissionais especializados no tema dentro das organizações.

 

Os custos com absenteísmo afetam entre 20% e 40% da folha de pagamento das empresas do país e o estresse é uma causa determinante desse problema.

 

Consequentemente, da queda da produtividade. Segundo análise da professora doutora, os principais fatores que ocasionam o estresse no trabalhador são:

1 -Trânsito;

2 -Falta de segurança;

3 - Sobrecarga de trabalho;

4 - Falta de autonomia;

5 - Assédio moral.

 

“O acesso cada vez maior à informação, a moralização da gestão de pessoas e o conhecimento sobre os direitos do trabalhador têm contribuído para uma moderada retração do quadro de estresse nas organizações. Atualmente, em qualquer curso de formação de liderança no mundo, a qualidade de vida do profissional tem sido assunto em pauta, isso porque um trabalhador com doenças recorrentes deste mal atrapalha o ambiente de trabalho. Segundo pesquisa feita no Canadá, a cada US$ 1 gasto com qualidade de vida no trabalho são economizados US$ 5”, argumenta a professora Limongi, que acredita que cada vez mais cada vez mais, gestores especializados em qualidade de vida no trabalho serão requisitados para atuar na retenção de talentos nas organizações.

 

 

Fonte: RevistaVocêRH.com
Maio 2013

 




São Paulo

 

 

 

Contato

contato@g3profissional.com.br


 Twitter Facebook Google+ Tumblr   


 

 

 

© Copyright 2012 - 2018 - Direitos Reservados
G3 Capacitação Profissional e Pessoal®